PandiniGP

Automobilismo, motociclismo, música, política, cinema, história... Este é um espaço para compartilhar ideias, opiniões, imagens, sonhos e loucuras. Divirta-se!

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Jornalista nascido em Santos - safra 1968 - e radicado em São Paulo desde 1985. Twitter: @pandinigp. "A única diferença entre um louco e eu é que eu não sou louco." (Salvador Dalí)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006

O MODO TUCANO DE GOVERNAR

Notícia da Agência Estado que reproduzo abaixo:

"A Prefeitura de São Paulo confirma que a Marginal do Tietê vai ganhar uma praça de pedágio no ano que vem. A informação é do secretário municipal de Governo, Aloysio Nunes Ferreira. Ele disse à reportagem da Rádio Bandeirantes que as novas faixas serão concedidas à iniciativa privada e que as obras devem começar em 2007. O secretário municipal de governo declarou que as empresas que vencerem a concorrência irão construir duas pistas de cada lado. Em contrapartida, assegurou, terão o direito de cobrar pela circulação dos carros. Aloysio Nunes Ferreira afirmou que, por enquanto, o projeto de ampliação da Marginal do Tietê está em estudo. Ele acrescentou ainda que as pistas que já existem serão reformadas também com o dinheiro do pedágio."

Primeira coisa que chama a atenção: as obras só vão começar em 2007 - depois das eleições deste ano. Claro: eles não têm coragem de, em pleno ano eleitoral, iniciar uma obra que vai significar mais uma escorcha aos contribuintes.

Segundo: este tipo de iniciativa é bem típica do modo tucano de agir. Inventam taxas, pedágios e impostos, além de criar rodízios e outras medidas inócuas que só servem como pretexto para arrecadar dinheiro. Seus infelizes governados que se virem para pagar e para contornar os incômodos causados pelas brilhantes soluções impostas por esses senhores.

Para quem não se lembra, foi de um tucano chamado Fábio Feldman, que se apresenta como "ecologista", a iniciativa de criar o malfadado rodízio de veículos que atravanca o cotidiano de quem precisa se deslocar por São Paulo. Também foi durante o reinado tucano no governo estadual que se permitiu a criação das "marginais pedagiadas" da rodovia Castello Branco. Criadas como "alternativa aos congestionamentos", na prática obriga quem mora nas cidades próximas a São Paulo e vizinhas à Castello Branco a pagar pedágio para poder acessá-las diretamente. Para quem não quer ou não pode arcar com o pedágio, a alternativa é prolongar o caminho em vários quilômetros até chegar à primeira entrada após o final da marginal pedagiada.

A mídia, conivente, se limita a reproduzir a notícia. Se a iniciativa partisse de outros grupos políticos, já haveria uma histeria contra mais esta exploração. Alguns órgãos de imprensa já estariam apregoando que se trata de uma prova inequívoca de desapreço pela democracia e pela liberdade do cidadão. Como vem da turma de políticos preferidos da chamada "grande mídia", é provável que a iniciativa seja saudada como "única alternativa viável para o trânsito de São Paulo". Lamentável.

Marcadores: , ,

11 Comentários:

Anonymous Tati disse...

Lamentável mesmo! Quando a Marta criou a taxa do lixo o mundo quase veio abaixo. Agora o Serra faz uma coisa dessas e... a notícia vira notinha de jornal. Bela imparcialidade!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006 13:28:00 BRST  
Blogger Alessandra Alves disse...

Mas uma coisa temos de admitir: eles não dão ponto sem nó. Pegando carona no que a Tati disse, parece-me que o contra-argumento - dos tucanos do governo ou dos tucanos da mídia - já está engatilhado: o pedágio é um benefício, paga quem quer, enquanto a taxa do lixo era para todos. Brilhante: quem pode mais chora menos. Mais neoliberal, impossível.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006 15:10:00 BRST  
Anonymous Herik. disse...

Concordo totalmente. Acrescento apenas uma coisa: Deve ser muito fácil governar assim. Se o Estado não tem competência de gestão, passa-se o pepino para a iniciativa privada. E com isso os governantes lavam suas mãos e prosperam na vida pública. E quem acreditou no PT e outros partidos de esquerda (ou que assim se diziam) aguenta os dedos acusadores de cada um que defende os mesmos políticos - e suas castas - a séculos.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006 19:31:00 BRST  
Anonymous Paulo C. Cicarello disse...

Teremos saudades do Lula se os "arautos" e os "robautos" do TUCANATO regressarem ao poder...

Esta frase não é minha, baseio-me nas palavras de José Dirceu.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 14:04:00 BRST  
Anonymous Ricardo Vicentin disse...

Gente, vocês estão todos errados. Esse tipo de coisa não existe aqui na Áustria.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 16:17:00 BRST  
Anonymous Rodrigo disse...

Olha, pela primeira vez vejo algo escrito sobre este tipo de coisa. Meus parabéns. É incrível como dependendo do grupo político a abordagem é outra. Basta lembrar na época de 94-2002. Nada que acontecia era demais e agora... Se divulgassem notícias do mesmo jeito, independente do grupo, seria muito melhor para o país. Hoje fico envergonhado com os meios de comunicação de hoje, pois os comentários beiram a falta de respeito com nosso Presidente, oq ue não acontecia com o FHC em hipótese nenhuma, mesmo com denúncias e contestações.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 17:18:00 BRST  
Anonymous rodrigo disse...

Aqui em Brasília, o governo (que no caso é da coligação PMDB-PSDB)faz coisas bem piores, do tipo cobrar IPTU de quem nem tem escritura do terreno, cobrar taxa de luz de lugares onde nem rede elétrica tem, deixar faltar remédios nos hospitais para poder comprar sem licitação, encaminhar pacientes para uma UTI de hospital particular da esposa do secretário de saúde e outros desvaneios. As denúncias de corrupção não são divulgadas como deveriam e não tem nenhum destaque.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 17:25:00 BRST  
Blogger Thomperson disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 23:17:00 BRST  
Blogger Thomperson disse...

Meus parabéns, Pandini!

Enfim um jornalista profissional falando abertamente dessas aberrações que esse grupo de Tucanos estão fazendo!

E melhor ainda, citando um fato evidente, perceptível e real: A proteção que a grande imprensa mantém aos políticos do PSDB e aliados.

Sou anti-Tucano de carteirinha desde os primeiros anos do governo FHC, até hoje não engulo o uso do Plano Real como propaganda eleitoral em 1994, o "mensalão" pago no Congresso para a aprovação da emenda da Reeleição em 1997, que ajudou á prolongar o período tucano na Presidência e no Governo de SP, além de outros absurdos como privatizações mal-feitas, espoliando o patrimônio público, a incompetência que gerou crises como a do Real (1999) e a Energética (2001), além da falta de pulso em combater e criminalidade no Estado de SP.

Não sou partidário de nenhum partido ou grupo político, mas CHEGA DE PSDB!!

Não sabia que um jornalista tão competente, fortíssimo conhecedor de automobilismo, excelente escriba acerca daquele esporte, tivesse uma visão política tão bem elucidada, aí você me surpreendeu! Parabéns!

Antonio Pessoa
Ubatuba/SP

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006 23:18:00 BRST  
Anonymous Anônimo disse...

Taxa do lixo, da iluminação, da casinha de cachorro foi de qual gestão do PSDB típica do modo tucano de agir.

Onde eu li as noticias todos criticaram os pedágios.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2006 00:53:00 BRT  
Anonymous Flavio disse...

Engraçado...este projeto existe ha +/- 30 anos e preve a construção de uma via expressa independente das faixas que existem hoje. Esta via expressa seria tarifada e não as faixas hoje existentes. Foram levantadas algumas soluções para efetivação deste projeto dentre elas a lendária pista sobre o rio que teria o seu leito rebaixado e etc.
A cobrança de pedágio na marginal atual é totalmente inviável pois a retenção de transito seria insuportável.
[]s

terça-feira, 21 de fevereiro de 2006 11:46:00 BRT  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início

free counters